top news

Escolas

Do salão para a sala de aula

Terça, 24 Março 2015 23:29

Diante da imensa demanda do mercado, o hairstylist Ricardo Arantes, tomou gosto pela arte de ensinar e optou por abrir sua própria escola. 

 

Foram 28 anos trabalhando em salão e uma gama boa de workshops, palestras e aulas ministradas antes de decidir enveredar pelos caminhos da educação – uma decisão nada simples.

Formado cabeleireiro profissional pela Escola Teruya em 1986, com especialização em Visagismo pela Universidade Cruzeiro do Sul, resolveu, em 2007, que era hora de alçar novos voos, ministrando cursos.

E assim fez: trabalhou para várias empresas renomadas do segmento da beleza como Tressemé, Cless Cosméticos, Vita Derm, De Sírius Cosméticos, já na posição de educador. Também viajou para fora do país, mais precisamente  Argentina e Espanha onde aprendendo os métodos Llongueras e Pivot Point. 

Em 2014, foi convidado pela proprietária da GS Espaço Beleza para fazer um workshop. Após esse evento, ele viu a oportunidade de comprar o espaço, que fora colocado à venda, reposicionando-se, assim, definitivamente no mercado da beleza.

A Metta Escola de Cabeleireiro tem foco em quem está fora do mercado de trabalho; profissionais que estão desatualizados, mas sedentos por informação; pessoas da melhor idade e, também, empreendedores.

 

MÉTODO DE ENSINO

O hairstylist avalia o estilo da Metta como pouco artístico e bastante arquitetônico. Apesar disso e por ser visagista procura sempre uma brecha para ensinar o belo. 

Ricardo Arantes compara o método de ensino da Metta com o da antiga escola de designer Bauhaus, na Alemanha, ou seja, a forma deve seguir a função sem perder a beleza.

“Nosso estilo é o da repetição exaustiva: temos uma cabeça de boneca para cada aluno, com cabelos longos, médios e curtos. Eles aprendem a conhecer, antes de qualquer coisa, a direção que uma linha pode percorrer, esquerda, direita, frente, atrás, para cima para baixo, vertical, horizontal, diagonal, todo o eixo espacial. Depois conhecem a morfologia da cabeça, as ferramentas, lãs, aplicam as linhas nas cabeças de boneca e passam a tocar em modelos vivos. Nesta ocasião, os alunos já estão seguros da direção em que se penteia e corta o cabelo. Eles evoluem sistematicamente”, detalha Ricardo Arantes.

O material didático da Metta está apostilado em 52 páginas e é de fácil compreensão. 

Além dele, os alunos são orientados a comprarem o livro “O uso da tecnologia cosmética para o profissional cabeleireiro”, e muitos outros materiais de apoio, que o educador coloca à disposição dos estudantes ao longo do curso.

“Mas o grande diferencial da Metta é o calço no visagismo: não ensinamos apenas a cortar, alisar, colorir. Estimulamos o futuro profissional a pensar porque fazer, para quem fazer, como fazer”, revela o cabeleireiro-educador. 

 

CONTEÚDO DE PRIMEIRA

Ricardo Arantes, dono Metta Escola de Cabeleireiros, é taxativo ao garantir a qualidade do conteúdo e das aulas práticas oferecidas no local.

“Minha escola é melhor porque eu tenho formação superior e experiência internacional, tendo trabalhado em palcos e congressos com os mais renomados estilistas do Brasil como Celso Kamura, Sérgio G, Wilson Eliodório, Ricardo Cassolari, entre muitos outros. Tenho vivência e conheço os atalhos do caminho”, afirma. 

Na Metta, segundo ele, os alunos são avaliados por meio de provas práticas e teóricas. Há, também, avaliação conceitual, referente ao comportamento do profissional.

O conteúdo é transmitido aos alunos também por meio da internet, com vídeo aula. A Metta disponibiliza os vídeos – a maioria gravada pelo próprio Ricardo - em canal próprio no Youtube, não sendo, portanto, comercializados.

Além disso, os educadores lançam mão de DVDs de academias como Pivot Point/Llongueras, para exemplificar técnicas comentadas durante as aulas.

 

CURSOS OFERECIDOS PELA METTA

Na Metta o interessado pode fazer o curso profissionalizante cabeleireiro unissex, cabeleireiro masculino (barbeiro), maquiagem, manicure e pedicuro, depilação, designer de sobrancelhas, gestão para salão de cabeleireiros, além de aperfeiçoamentos técnicos para profissionais: colorimetria básico e avançado, mechas diversas, cortes programados, cortes curtos para senhoras e visagismo.

Os profissionalizantes podem ser curtos ou longos: têm duração que vão de 18 meses, para cabeleireiro, até 18 horas, para designer de sobrancelhas. 

Já os cursos livres, em parceria com fabricantes e distribuidores, são curtinhos, com duração de apenas algumas horas.

“Particularmente indico o curso longo realmente para quem quer se tornar profissional e seguir carreira. Os curtos para os que são profissionais e querem se especializar”, orienta Ricardo Arantes.

 

Texto: Sandhra Cabral

Rua Comendador Custódio Vieira 236- Centro de Lorena SP. FONE- (12) 3301-3639 / http://mettaescola.blogspot.com.br/ 


 

  • 1779781_345866312282947_3539589520219244126_n



  • 10392502_345957138940531_2727910714932825620_n



  • 10606521_348295238706721_6352066209645231327_n



  • 10922730_350413028494942_3915233602811393416_n



  • 10933994_348500795352832_7112451846677867245_n



  • 11022406_364763580393220_2563094925500544897_n



  • 20150104_193615



  • 20150104_193715



  • Folder-dos-cursos-fev-2015



  • logo-Metta-2015-correto



  •  

Related items

Todos os direitos reservados * Copyright 2015 * Revista Estetica * Edizioni Esav s.r.l. * email: contato@amabeleza.com.br * Privacy Policy login | Powered by coolshop

popup - Wisepops - script

Cookies - BR