top news

Celebridades

Hair Star: Rodrigo Cintra, uma história de talento e sucesso

Quinta, 28 Maio 2015 22:26

Sempre simpático e atencioso, seu sucesso no Esquadrão da Moda, do SBT, já dura seis anos. Também participa do programa da Eliana, na mesma emissora. Antes, ele já havia passado pela rede Bandeirantes, onde ficou quatro anos, e por outros programas, como entrevistado. Não a toa é considerado o cabeleireiro com mais aparições na tevê em todo o país.

 

Tanto sucesso na telinha não foi consequência de um trabalho de especialização para tal. Cintra conta que nunca estudou ou se preparou para fazer sucesso na TV. “O que me ajudou a me comunicar na forma simples da televisão foram palestras que eu dei para profissionais do setor. Eu falava para 500, 600 cabeleireiros. Quando cheguei ao estúdio com apenas 10 foi fácil”, conta ele, que já ministrou cursos para mais de 15 mil cabeleireiros por ano.

Rodrigo Cintra é paulistano, tem 35 anos de idade e 21 de profissão. Atende em um dos mais prestigiados salões do país, o Studio W Iguatemi, em São Paulo. Já escreveu dois livros, Como seu cabelo pode transformar seu visual e Cortes de Cabelo – Técnicas e Modelagem, e assina editoriais de moda e de beleza de grandes revistas, femininas e segmentadas. Figura frequente no topo da lista dos melhores profissionais do Brasil, ele é requisitadíssimo por clientes e procurado para palestras e workshops. 

UM, DOIS TRÊS GRAVANDO

Realizar transformações em frente às câmeras não dá insegurança?

Cintra: Não fico inseguro. Se você faz uma boa análise de visagismo antes, sabe o que vai funcionar e o que não vai. Acho importante valorizar características e qualidades de cada participante e fazer uma proposta personalizada. Há mulheres que estranham o resultado. Estão tão acostumadas a usar o cabelo de um jeito que ao se verem no espelho pela primeira vez acham esquisito. Mas em cerca de 230 programas, quatro ou cinco não gostaram. É um número muito pequeno.

O que gosta ao fazer transformaçoes?

Cintra: Gosto quando percebo que meu trabalho mudou não só o cabelo, mas a postura e que ela ganhou autoestima logo em seguida. É muito bom ver que meu trabalho contribui nas questões emocionais também.

Qual a maior dificuldade na TV?

Cintra: A qualidade do cabelo da participante, que às vezes é bem ruim. Há mulheres que chegam com o fio totalmente quebrado e fica impossível trabalhar descoloração. . Às vezes é preciso fazer correções com tonalizantes para não agredir ainda mais. agressão. É preciso muito cuidado com o cabelo sensibilizado.

Como consegue conciliar a agenda do programa com a do profissional que atende no salão?

Cintra: Há um ditado que diz - quem trabalha muito arruma tempo. Divido minha agenda entre salão, TV, publicidade e palestras que faço toda segunda-feira por cidades de todo o Brasil. Eu costumo começar a trabalhar muito cedo, por volta das 7 horas e vou até às 23 horas.  É uma agenda corrida mas dá tempo de tudo! 

Gosta de ser reconhecido na rua? 

Cintra: Acho muito legal esse reconhecimento, é muito gratificante. Quem mais reconhece são as mulheres,  que assistem ao programa. Crianças também e até maridos! Já aconteceu de um homem chegar perto e me dizer como a mulher dele ficaria feliz em me conhecer, porque ela me adorava! (risos). Todos elogiam o trabalho, falam como é bacana o que faço pelas pessoas. 

O que a participação na Tv trouxe de bom - e de ruim - para sua vida?

Cintra: A parte positiva é a oportunidade de mostrar o meu trabalho para o Brasil inteiro. E óbvio que colho frutos disso. Minha agenda no salão é bem lotada, tem uma espera de quase um mês para cortar comigo, a agenda de palestras é rapidamente preenchida. Não tem lado negativo. Gosto do que faço, não há rotina, uma hora estou aqui, outra estou ali. A equipe da TV é bacana, eles me acolhem, sou muito bem tratado na emissora!

Você curte ser celebridade?

Cintra: Não me considero celebridade. Eu me vejo como um profissional cabeleireiro que teve oportunidade de mostrar seu trabalho e, assim, fazer com que as pessoas me conheçam por isso. Eu nunca busquei a TV para ficar famoso, mas, sim como oportunidade de mostrar o que sou capaz de realizar.

 











  •  

Related items

  • Studio W, unidade Higienópolis ganha novo projeto de arquitetura 28 Maio 2015

    Inaugurado em 1999, o salão paulistano, localizado no Shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo, passou por reforma e ganhou projeto especial para otimizar o espaço,  beneficiar o atendimento dos clientes e oferecer um ambiente ainda mais confortável.

  • Hair Star: Sergio G. queridinho entre as celebridades 28 Maio 2015

    Ele atua na produção de grandes desfiles de moda, atende celebridades, assina a beleza de inúmeros editoriais das principais revistas do país e ainda faz produções para filmes e participa de programas de TV, trabalho que adora. “É sempre um prazer participar de programas. É uma forma de reconhecimento e uma grande oportunidade de compartilhar o que sei com o público em geral”, explica Sergio G, que fez parte da equipe fixa do quadro Beleza Renovada, do programa da Eliana, no SBT, e que participa frequentemente do Hoje em Dia e do Programa da Tarde, ambos na Record.

  • Hair Star: fazer o bem faz parte do dia de Ivan Stringhi 28 Maio 2015

    Cabeleireiro querido dos colegas, Ivan Stringhi é conhecido por uma iniciativa muito especial. É o fundador do Tesourinha, o projeto social que mais forma jovens carentes em profissionais de beleza: por suas salas já passaram 40 mil alunos.

  • Hair Star: Jô Nascimento, do interior de São Paulo para TV Globo 28 Maio 2015

    Embaixadora de L´Oréal Professionnel e apaixonada por educação, foi por indicação da marca francesa que Jô Nascimento foi convidada a participar do programa Bem-Estar, na TV Globo.

Todos os direitos reservados * Copyright 2015 * Revista Estetica * Edizioni Esav s.r.l. * email: contato@amabeleza.com.br * Privacy Policy login | Powered by coolshop

popup - Wisepops - script

Cookies - BR